Considerados um dos maiores assaltantes de banco do Nordeste e uma das maiores traficantes do RN, são presos em Operação policial em Sergipe


Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado - (DEICOR), em ação conjunta, com a DRF de Campina Grande/PB, DEPATRI/PCPE, DENARC/PCSE e CORE/PCSE, conseguiram efetuar a prisão de RANIELLY BRITO DE AZEVEDO, vulgo "Amarelo", natural de Caraúbas/RN, com 38 anos de idade, FERNANDA BELARMINO DA SILVA, mulher de "NEM DA ABOLIÇÃO", natural de Mossoró/RN e FÁBIO BARBOSA PIMENTEL, vulgo "Fábio Uber", natural de Campina Grande/PB.

A prisão do trio, aconteceu nesta quinta feira 11 de março de 2021, após uma investigação de cooperação entre as policiais dos quatro estados. Ranielly e Fernando foram presos em um motel, na orla de Aracaju no estado de Sergipe..

Já Fábio Uber foi preso pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de Campina Grande, na cidade de Umbuzeiro no estado da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, Ranielly é integrante de uma organização criminosa especializada em assaltos a bancos e explosões a carros-fortes. Contra ele havia 05 (cinco) mandados de prisão em abertos, expedidos pelas justiças estaduais do Rio Grande do Norte, de Sergipe, do Mato Grosso do Sul e de São Paulo, bem como a Justiça Federal do RN.

Já em desfavor de Fernanda Belarmino existem 05 (cinco) mandados de prisão, todos por tráfico de drogas, associação ao tráfico e por integrar organização criminosa no Rio Grande do Norte. No decorrer da operação foram apreendidos uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 32. O casal de criminosos preso em Aracaju/SE foi transferido para João Pessoa/PB, de helicóptero. Da capital paraibana, eles foram recambiados para o Rio Grande do Norte por policiais da DEICOR.

No momento em que foi interrogado Raniely confessou sua participação na ação criminosa aos bancos do Brasil e Bradesco, ambos na cidade de São Paulo do Potengi, no ano passado. A Polícia Civil pede para que a população continue enviando informações de forma anônima, através do disque denúncia 181, disque DEICOR (84) 3232-2862 ou ZAP DEICOR (84) 98135-6796.

PCRN/SECOMS
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário