Polícia Civil do RN deflagra operação e prende chefão do tráfico no Rio de Janeiro



Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam, nesta quinta-feira (26) Jussier de Araújo Santos, conhecido como “Siê ou Corintiano”. Ele foi detido no Rio de Janeiro, sendo apontado como chefe do tráfico no bairro Mãe Luiza, na cidade de Natal.

Após um trabalho investigativo, policiais civis da DEICOR identificaram que Jussier de Araújo estava escondido há quase dois anos na cidade do Rio de Janeiro, em um “flat” localizado em bairro nobre. De acordo com as investigações, ele vivia na companhia da esposa, tendo uma vida confortável, decorrente do abastecimento do tráfico de drogas no morro de Mãe Luiza, em Natal, e em mais quatro estados. A apuração ainda indicou que ele atuava para que uma facção criminosa do Rio de Janeiro se estabelecesse no Rio Grande do Norte, disputando com uma facção local, e se intitulava “dono do Morro de Mãe Luiza”.

Em seu desfavor, havia quatro mandados de prisão decorrentes de uma operação da DEICOR realizada em fevereiro de 2019, quando foram apreendidos, na cidade de Taipu, 13 armas de fogo, sendo: cinco fuzis, três escopetas calibre .12, cinco pistolas, mais de 3.000 munições, explosivos, 10 coletes balísticos, nove rádios comunicadores e grampos. Com as investigações, foram identificados 19 pessoas envolvidas na ação, sendo que todos já tinham sido presos ou foram mortos em confronto, exceto Jussier de Araújo, que foi preso nesta quinta-feira (26).

Também foi dado cumprimento a um quinto mandado de prisão, referente à fuga de Jussier de Araújo de uma operação da DEICOR, realizada também em 2019, na praia de Búzios, onde havia uma festa de aniversário de um foragido da Justiça, o qual tinha em seu desfavor 10 mandados de prisão em aberto. Na ocasião da festa, cerca de 30 pessoas foram conduzidas à delegacia, porém Jussier Araújo conseguiu fugir do local.

Jussier Araújo está sendo recambiado para o estado do Rio Grande do Norte, para cumprimento de pena. A operação deflagrada pela DEICOR faz parte da operação MOSAICO da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (SEOPI/MJSP) e contou com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

*Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS*
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário