Acusado de matar e queimar corpo de adolescente em Mossoró é condenado em juri popular a 18 anos de prisão


O Tribunal do Júri Popular de Mossoró julgou e condenou nesta quarta feira (15) o réu Gedean Zacarias de Souza, de 23 anos, pelo assassinato da adolescente, Geane de Melo Nogueira, que tinha 12 anos de idade, crime ocorrido no dia 04 de novembro de 2018, no Bairro Malvinas em Mossoró. A adolescente foi raptada de dentro de casa, morta e teve o corpo queimado pelos criminosos.

O corpo dela foi encontrado carbonizado dos dias após o rapto, em um matagal na região das Malvinas, mesmo bairro onde a jovem morava comn os pais. O julgamento de Gedean Zacarias, teve início as 08h00min eterminou as 14h00min desta quarta feira, no Forum Municipal Desembargador Silveira Martins em Mossoró.

Os jurados acataram a tese do Ministério Público do Rio Grande do Norte, representado pelo promotor público Armando Lúcio Ribeiro que pediu a condenação do réu por homicídio triplamente qualificado. Após a alegação das partes, os sete jurados se reuniram em sala secreta e votaram pela condenação do réu.O juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros, presidente do TJP, proferiu a sentença condenando Gedean Zacaria a uma pena de 18 anos de prisão em regime fechado.

A investigação da Polícia Civil apontou que sete pessoas tiveram participação no crime brutal que chocou a sociedade mossoroense. Além de Gedean, já foram condenados Danilo Souza de Lucena, Fábio David da Silva Aquino e Maria Luisa de Moura Diogenes. Letícia Vital Ramos, foi julgada e inocentada da acusação. O MP está recorrendo neste último caso. Ainda há um acusado foragido e outro que acabou sendo assassinado.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário