Criminosos envolvidos na morte do fisioterapeuta no Santa Delmira são os mesmos que mataram Bruno Alysson nas Barrocas no mês passado


Vinicius Rafael

Vinícius Rafael Silva de Araújo, de 20 anos de idade foi preso na tarde de ontem, 09 de maio, em companhia de um adolescente de 17 anos, confessaram participação na morte do  fisioterapeuta Hadirson Caio Marcelino da Silva, de 29 anos, encontrado morto nesta segunda feira, 09, numa estrada de barro no Loteamento Juliana, no Santa Delmira.

De acordo com o Delegado Rafael Arraes, os dois elementos, utilizando a mesma frieza e os mesmos elementos, “um fio de energia” mataram também, Bruno Álysson do Nascimento Alves, de 35 anos, crime ocorrido no dia 05 de abril. Bruno Álysson foi encontrado morto, com um fio enroscado no pescoço, dentro de casa, na Rua Emílio Castelar, na conhecida favela do cachorro assado, no bairro Barrocas em Mossoró.

Veja: Jovem encontrado morto dentro de casa na favela do cachorro assado pode ter sido vítima de latrocínio

Segundo o delegado, As duas vítimas foram mortas por estrangulamento, utilizando um fio e Ambas eram homossexuais e haviam conhecido os acusados por meio de um aplicativo de relacionamento voltado ao público LGBTQIA+, disse o delegado.

Durante os depoimentos dos dois suspeitos, perante o delegado Valtair Camilo de Paiva, Vinícius e o menor afirmaram que eram garotos de programa e que mataram as vítimas porque se negaram a efetuar o pagamento do programa.

O Câmera

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário